sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Soneto do Amor ao Próximo...

Hoje eu olharei as pessoas
simplesmente como pessoas,
sem nenhum preconceito ou opinião que
me leve a separar as "más" das “boas".
Hoje eu olharei as pessoas
simplesmente como espelhos onde
vejo refletidas minhas fraquezas
e virtudes de tal forma que as
minhas críticas e conselhos
sirvam antes para eu mudar
minhas próprias atitudes.
Hoje eu olharei as pessoas com
aceitação total sem formalismos
solenes ou distâncias sociais sem
condenar seus defeitos ou zombar
de suas limitações. Mas respeitando
seus direitos, crenças e aspirações
acolhendo o que cada um é, do jeito
que cada um for eu hoje olharei as
pessoas simplesmente com AMOR.


Nenhum comentário:

Postar um comentário